DANÇA DOS DERVIXES

Hoje vou contar um pouco sobre a dança dos Dervixes que consiste em girar da esquerda para a direita, sendo a primeira técnica dos Cinco Ritos Tibetanos. Acredita-se que essa dança energiza o sistema de chacras e também através dela se obtém informações da Mente Universal.
A dança dos dervixes rodopiantes existe a uns 700 anos, e é o caminho para dar polimento ao coração dos homens permitindo que suas almas se liberem para a comunhão com o divino.
Dervixe significa literalmente passagem ou porta.
Durante a solenidade acredita-se que poderes celestiais, entram pela palma direita que aponta para o céu, atravessando todo o corpo, saindo pela palma esquerda abaixada para então penetrar na terra.
Um dervixe não retém tal poder. Acreditam serem o maior instrumento de Deus, não questionando jamais o poder que entra e sai deles.
Os movimentos são intercalados, ora trocando a posição das mãos, bem como movimentando a cabeça, de modo que a orelha quase toque o ombro, podendo assim o dervixe olhar para a sua mão.
Também deixam a cabeça pender para trás e olhando para os Céus. Continuando girando para a esquerda. Impressionante.
Para um Dervixe, nada é mais valioso do que o domínio completo sobre sua estrutura molecular e todos os seus campos energéticos.
Possuírem esse total domínio e a garantia de aumentarem o poder de viver num estado de saúde absoluta, constante revigoramento e regeneração e também viverem livres de moléstias em todos os planos.
Acreditam assim estarem recarregando seus campos energéticos e criando uma saúde perfeita em seus corpos físicos, emocionais, mentais e espirituais.
É isso ai, agora falar sobre a beleza da dança nem é preciso, é só assistirem o vídeo maravilhoso em anexo.
Um super beijo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *