BURJ KHALIFA E SUAS ÁGUAS DANÇANTES – DUBAI

Burj Khalifa Bin Zayid é um arranha-céu localizado em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, sendo a maior estrutura e, consequentemente, o maior arranha-céu já construído pelo ser humano, com 828 metros de altura e 160 andares. Sua construção começou em 21 de setembro de 2004 e foi inaugurado no dia 4 de janeiro de 2010.
O edifício faz parte de uma complexo comercial e residencial de dois quilômetros quadrados de área chamado “Downtown Burj Dubai”, localizado ao lado das duas principais avenidas da cidade de Dubai, a Sheikh Zayed Road e a Financial Centre Road.
O arquiteto do edifício é Adrian Smith, e a Skidmore, Owings and Merrill de Chicago, foi a empresa de arquitetura e engenharia encarregada do projeto arquitetônico do prédio.
O orçamento total do projeto do Burj Khalifa girou em torno de 1,5 bilhão de dólares.
A estrutura primária é de concreto reforçado. Agora imaginem levar todo o concreto lá pra cima. Bem, uma bomba especial foi desenvolvida especialmente pra ele, por uma empresa alemã chamada Putzmeister.
Um concreto armado de alta densidade e baixa permeabilidade foi utilizado nas fundações do arranha-céu. Um sistema de proteção catódica debaixo da grade de concreto da fundação é usado para minimizar os efeitos nocivos de produtos químicos corrosivos na água subterrânea local.
O interior do Burj Khalifa é altamente compartimentado. Andares de manutenção pressurizados com ar-condicionado estão localizados aproximadamente a cada 35 andares, onde as pessoas podem se abrigar com segurança em caso de emergência ou incêndio.
Agora difícil foi criar um concreto que pudesse resistir às milhares de toneladas de peso da própria estrutura do edifício, e as temperaturas do Golfo Pérsico que podem chegar a 50 °C. Para combater este problema, o cimento não foi derramado durante o dia Em vez disso, durante os meses do verão, gelo foi adicionado à mistura que vertia durante a noite, quando o ar é mais frio e a umidade é superior. Uma mistura de concreto refrigerado uniformemente e, portanto, menos propenso a secar muito rapidamente e quebrar foi usada. Quaisquer rachaduras significativas poderia ter colocado todo o projeto em risco.
Os desafios de design e engenharia únicas da construção de Burj Khalifa são como uma miragem para quem se aproxima, e nos faz apaixonar e jamais esquecer o momento do primeiro encontro com esse gigante e suas águas dançantes, que assim como ele é o maior show do mundo. Também projetada e construída por uma empresa americana, a mesma que fez o  projeto das fontes dançantes do Hotel Bellagio em Las Vegas.
O espetáculo é promovido por milhões de pontos jorrando água verticalmente, atingindo 150m de altura em algumas performances, que acompanham ritmos de várias músicas árabes e internacionais. E pela noite ela se ilumina em cores fascinantes, encantando muito quem visita o complexo. Fiquem com as imagens que são lindas.
Beijos

* Parte do conteúdo extraído em fontes de pesquisa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *