GRITO

image

Construí meu esplendor de tripas e cores
Tremi de dor por todos os amores
matei suas flores
O prisma que então me coloria não reconhece nenhum ton
Sou abstrata
Vago nas lembranças em preto e branco que me parecem reais
Se amei, fui amada, se matei ou morri não importa mais
Sinto falta de pensar em mim vestida em seda e linho
Do meu grito, agora fraco cansado e perdido em uma paleta de restos pastéis
Caminho
AF

1 Reply

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *