PEDRAS POR TESTEMUNHO

  • Em
  • Por
  • Comentários desativados em PEDRAS POR TESTEMUNHO

image

Pés na areia, e olhar fixo no horizonte…assim contemplo a linha tênue onde termina o mar e nasce o céu. Não nego a minha paixão pelo belo azul cerúleo alcalino. Não é de hoje que ele não falta em meu arsenal de belas tintas. Mas, sonhar em ter você ali, quando me virar em um rápido 45 graus é tão prazeroso quanto um Chianti, entre uma e outra musica suave, dançada de rostos colados.
Quantas sensações…permitidas, sem vergonha e nem pudor da exposição de todas as vontades, bem como todas as marcas que tanta experiência juntou, ao longo desses 50 e alguns anos.
Paro. Respiro. Penso. Busco um maior entendimento no universo do meu parco conhecimento, Freudiano, Lacaniano, Yunguiano ou até mesmo uma frase que se encaixe, de qualquer filósofo que tenha deixado registrado algo tocante a esse momento, em que tudo se transforma em belo. Em que sentimos uma enxurrada no cérebro e um vazio em todo o resto. Doce flutuar.
Nada seria de causar espanto, não fosse pela rapidez como tudo acontece, quando estamos prontos para amar, e somos conhecedores da importância, real e total da verdadeira entrega. Quando conhecemos a arte de fazer um outro ser, feliz. Quando sabemos fazer das palavras e da carne, uma fonte inesgotável de amor. É saber abrir as portas do futuro e fazer com que não mais exista e nem mesmo importe o tudo que ficou para trás.
Caminho, sob sol forte, e sinto a sua energia no futuro encaixe das nossas mãos, aquecidas pelo prazer da linda primavera. Visito a sua intimidade, na esperança de te ter ao meu lado, e te tocar com tamanha confiança de que, seremos um par para o nosso todo sempre. entenderemos e perceberemos, que nos encontramos e estamos prontos, para nos cuidar e nos proteger. Que as nossas mãos suadas e inseparáveis, serão pra nós…cumplicidade. Que nossos longos beijos serão de puro desejo…não de novela e nem mesmo estopins sexuais. Eles sobressaltarão o meu coração em plena segunda adolescência.
Me posiciono como espectadora do seu jeito de ser, admiro a sua franqueza, elegância e solicitude, me rendo com uma admiração profunda à sua inteligência, e me encanto com a sua voz, me assusto quando tomamos atitudes iguais e inesperadas, que até parecem ter sido combinadas e ensaiadas por muitas vezes.
Muitas estações chegarão, talvez estejamos em outros mares, mas não esqueceremos jamais, a nossa prima volta juntos. Já é um registro impresso em papel, como fomos felizes naquele janeiro.
Desejo andar com você por longos caminhos e em lugares distantes, mas as nossas primeiras pedras, estarão ali cravadas e guardando o testemunho da nossa felicidade, quando era chegada as primeiras horas do novo amanhecer. Linda madrugada!
Quero dormir na sua paz, me adoçar com seu sorriso, a ternura e o desejo do seu toque, mergulhar no azul do seu mar!
Quero sim, hoje…querer você pra vida inteira!
AF