FLAMMKUCHEN

Sabem aquela história de comer gato por lebre? É assim esse tal de Flämmkuchen.

A receita merece ser apresentada porque deve ser novidade também pra muita gente, como foi pra mim. E a xereta correu na cozinha pra aprender a massa e contar pra vocês. Também não tem tradução, é Flämmkuchen mesmo.

Parece uma pizza, mas não é. É uma massa muito fina, original da Alsácia, região no leste da França que faz fronteira com o sudoeste da Alemanha, local aonde também é muito popular. Mais leve do que aquelas que comemos inteiras aqui na Itália. É tão regional, que muitos alemães de outras regiões não conhecem.

Sua popularidade pode estar relacionada ao custo, rapidez e praticidade. Há quem abra os discos diretamente na forma que vai ao forno, e outros usam o rolo mesmo. É amassar, abrir, rechear e assar, em pouquíssimos minutos.

Agora, quanto aos recheios, podem usar do tradicional que é uma espécie de queijo, estilo sour cream, Philadelphia, bacon, cebola, e tudo o que agradar ao seu paladar.

INGREDIENTES

2 xícaras de farinha de trigo
2 colheres de sopa de óleo
1 colher de sopa de azeite
sal a gosto
125 ml de água

MODO DE PREPARO
Misture todos os ingredientes até que eles desgrudem da mão.
Numa superfície enfarinhada abra com o auxílio de um rolo deixando a massa com aproximadamente 2 mm de espessura.
Recheie a gosto e asse em forno alto pré-aquecido por uns 10 minutos, até derreter o queijo e dourar as bordas.
Devido a fina espessura não utilize molho de tomate. (Monte o disco de massa bem fino).

TRÊS DICAS IMPORTANTES
Seguindo a receita tradicional utilize somente sour cream (ou substitua por requeijão, philadelphia, etc), bacon frito picado, cebolas em rodelas caem muito bem.
Se sobrar massa, pode ser guardada na geladeira por alguns dias, bem embalada em filme plástico.
Só recheie na hora de levar ao forno.

Beijos e apreciem!

image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *