ILHABELA – Capital Nacional da Vela

image

Ilhabela é um dos únicos municípios–arquipélagos marinhos brasileiros e está localizada no litoral norte do estado de São Paulo, microrregião de Caraguatatuba. A população em 2010 era de 28.196 habitantes, e a área é de 347,537 km², resultando numa densidade demográfica de 81,13 hab/km². Possui uma das mais acidentadas paisagens da região costeira brasileira, com todas as características de relevo jovem.
Com o aspecto geral de um conjunto montanhoso, formado pelo Maciço de São Sebastião e Maciço da Serraria, além da acidentada Península do Boi, a Ilha de São Sebastião se destaca como um dos acidentes geográficos mais elevados e salientes do litoral paulista, tendo como pontos culminantes o Pico de São Sebastião, com 1379 metros de altitude; o Morro do Papagaio, com 1307 metros; e o Morro da Serraria, com 1285 metros.
Banhado pelo oceano Atlântico, o município está localizado a 135 quilômetros da capital e a 140 quilômetros da divisa com o estado do Rio de Janeiro. Está situada um pouco ao sul do Trópico de Capricórnio, que passa sobre a cidade vizinha de Ubatuba.
Pesquisas arqueológicas realizadas desde o final da década de 1990 mostram que pelo menos quatro das ilhas do arquipélago de Ilhabela foram habitadas muito antes da chegada dos europeus ao Brasil. Isso foi possível graças à descoberta de sítios arqueológicos pré-coloniais denominados “concheiros”, “abrigos sob rocha” e “aldeias indígenas”. Os “concheiros” permitiram aos arqueólogos concluírem que os primeiros habitantes do arquipélago foram os chamados “homens pescadores-coletores do litoral”, indígenas que não dominavam a agricultura e nem a produção de cerâmica, sobrevivendo apenas do que encontravam na natureza, especialmente animais marinhos. Não existe ainda a datação de nenhum desses “concheiros”. Também foi encontrada na Ilha de São Sebastião grande quantidade de cerâmica indígena da tradição Itararé, possivelmente produzida por indígenas do tronco linguístico macro-jê. Não há, até o momento, nenhuma evidência arqueológica de que tenha existido no arquipélago alguma aldeia do tronco linguístico tupi.
Em 21 de maio de 1934, o governo paulista realizou, em meio a grave crise econômica pela qual atravessava o país, uma reestruturação na divisão territorial do Estado, quando extinguiu 18 pequenos municípios, entre eles o de Vila Bela da Princesa (cujo nome já havia mudado para Vila Bela), que voltou a integrar o território da Vila de São Sebastião. A extinção do município foi revogada em 5 de dezembro de 1934. Pelo governo de Getúlio Vargas que baixou o decreto federal nº 2140, o nome de Vila Bela mudou, a partir de 1º de janeiro de 1939, para Formosa. Inconformados, os moradores iniciaram um movimento popular contra o novo nome até que, em 30 de novembro de 1944, o governo estadual baixou o decreto nº 14334, mudando o nome do município, a partir de 1º de janeiro de 1945, para Ilhabela.
A economia do município baseia-se no turismo, no comércio e na construção civil, com a pesca e o artesanato ocupando posições secundárias em termos econômicos.
Ilhabela é um dos destinos mais visitados no litoral paulista.
A Ilha de São Sebastião está separada do continente pelo Canal do Toque-Toque, que possui cerca de 18 quilômetros de extensão e largura variando em torno de dois a cinco quilômetros. É possível atingi-la através do serviço de travessia por balsas da Travessia São Sebastião-Ilhabela da Dersa. A ilha possui um relevo bem acentuado, com montanhas com mais de mil metros de altura. Essas formações com grande altitude fazem uma barreira para os ventos carregados que vêm do mar, e por isso, mesmo com características tropicais. A distância entre o extremo sul e o extremo norte da ilha é de mais de 22 km. A Península do Boi, localizada na porção sudoeste da ilha, corre cerca de 8 km mar adentro.
A ilha possui duas faces distintas: a face voltada para o continente e a voltada para o oceano.
A ilha possui 36 km de praias, escolha a sua!

Praia de Pedras Miúdas (Ilha das Cabras)
Ponta Azeda
Ponta do Pequeá
Praia da Feiticeira
Praia da Siriúba
Praia da Vila
Praia de Santa Teresa
Praia do Barreiros
Praia do Curral
Praia do Julião
Praia do Portinho
Praia do Veloso
Praia do Viana
Praia Engenho d’Água
Praia Grande
Praia Itaguaçu
Praia Itaquanduba
Praia Garapocaia (Pedra do Sino)
Praia Perequê
Praia Saco do Indaiá
Saco da Capela

Ponta da Cabeçuda
Praia da Armação
Praia da Caveira
Praia da Figueira
Praia da Fome
Praia da Guanxuma
Praia da Pacuíba
Praia da Serraria
Praia das Enchovas
Praia de Indaiaúba
Praia do Bonete
Praia do Gato
Praia do Jabaquara
Praia do Pinto
Praia dos Castelhanos
Praia Mansa
Praia Saco do Eustáquio
Praia Saco do Poço
Praia Vermelha
Saco do Sombrio

O centro da Vila é um show, repleto de bons restaurantes e bom comércio.

VISITEI A ILHA POR VÁRIAS VEZES…até a primeira vez que vim à Vila do Encantado! Foi meio assim do nada. Fazendo nada eu estava e resolvi ligar para o meu amigo e parceiro de viagens: Topas um bate e volta em Ilhabela, ou até esticar uns dois dias? De prima topou…penso que se estava fazendo algo, largou tudo.
Sem reserva nenhuma partimos, certos que conseguiríamos um hotel. Depois de um tempo na estrada, resolvemos ligar para uma amiga da ilha, que prontamente nos ofereceu hospedagem. Coisa de gente encantada!
Eu já havia vindo à Ilhabela outras vezes, mas nem sequer ouvi o nome do Encantado. Fiquei muda, com a maravilha do Visu, desde o amanhecer até o anoitecer…passando por um Pôr do Sol, poucas vezes visto.
São vários bangalôs que remetem à Bali, Hawai entre outros. Os amigos Kiko, Kika e Nuno, são ímpares e te fazem realmente sentir em casa.
Preciso deixar aqui registrado o contato da Vila do Encantado, porque quero que incluam no roteiro da próxima vinda à Ilha.
Que tal combinarmos e nos juntarmos em um luau na costeira do Encantado!

https://www.facebook.com/hospedagemdoencantado

image

image

image

image

image

image

image

image

FOTOS DE ILHABELA

 

image

image

image

image

image

image

image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *