MELHOR VERSÃO

image

Todas as vezes, que fico cara a cara comigo e me observo…sim, o meu rosto; não consigo fugir da sensação de ter me perdido no tempo. Examino com cautela, e percebo que em minhas bochechas, falta um pouquinho de colágeno, tenho um tantinho de flacidez. Então saio garimpando os vincos que me traem em cantinhos quase imperceptíveis. Sei que querem se transformar em grandes rugas.
Nada diferente do que deveria ser depois de tantas décadas vividas, se não pela disparidade etária da minha alma, com o que vejo refletido nos espelhos. Me sinto muito jovem, nunca imaginei que iria descompassar tanto entre o físico e o espiritual. Devoro fatias de bolo, sem medo da academia. Não abdico dos melhores prazeres culinários, e muito menos dos bons vinhos. Ralo! Leio William Wordsworth!
Acredito que a melhor premissa para se beneficiar do tempo, é não temê-lo. Não tentar pará-lo, isso é angustiante e totalmente impossível.
De verdade, eu tenho a irreverência da geração que arrisca tratar todas as idades de igual pra igual. Adoro elogios do tipo, você está linda!
Proclamo-me uma apaixonada por todas as fases e idades, sou completamente total flex etária. Sou tão jovem e tenho tanto tempo pela frente, que alimento coisas do gênero: acreditar no futuro de um relacionamento. Me apaixonar por um olhar, que consiga levar o por sol por onde quer que eu vá. Usar, turquesa, vermelho, laranja, amarelo…ser colorida!
Eu sou mulher de sensualidade inata, alegria contagiante, gosto escancarado pela dança e pela música, tenho um jeito debochado e divertido. Sou multifocada e ainda arrisco uns palavrões. Amo um bom motor, de duas ou quatro rodas. E até a ausência deles.
Na minha Jukebox toca de Beatles a Bruno Mars, e adoro que eles odeiem o Chris.
Sou turista incansável, por terras longínquas, e insisto em viajar com uma mala, e voltar com cinco. Invento novos desafios. Amo o mar e creiam, tenho tauagens.
Quando sofri com a maior perda da minha vida, me dei um notebook, e na primeira noite nem dormi, fiquei navegando maravilhada com o universo que então se abria para mim. Não demorei a resgatar amigos de todas as fases. Gosto de pensar que, na minha vida, está tudo interligado, por isso, nunca me sinto perdida ou desanimada. Compartilho minhas dúvidas e dilemas, com amigos bem mais jovens, eles tem pique e raciocino rápido. Adoro!
Não me auto deprecio jamais, por causa de celulite, entendo sim que o meu corpo, não é um ornamento, mas sim um veículo para os meus sonhos. A vida é curta para eu me preocupar com isso. Sou amante dos toques sutis, e defendo a tese da celebração à diversidade corporal.
Já casei, já separei, tive vários namorados, e continuo amando. Sou mãe e avó.
Aproveito enquanto estou viva, para focar no que importa e refletir sobre meus valores. Não sei tudo, mas sei muito, e adoraria saber, no que vou pensar quando der o meu último suspiro. Talvez eu tente driblar a cronologia e me apoderar da eterna juventude do espírito, criando uma versão melhor de mim mesma!
AF

image

2 Replies

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *