POTSDAM – ALEMANHA ENTRE JARDINS CASTELOS E LAGOS

image

Na minha recente viagem à Alemanha, passei vários dias na maravilhosa Potsdam, e fiquei enlouquecida com a maravilha que é a cidade e seus jardins. Para não esquecer de nada, e recordar todos os nomes (vamos concordar que o idioma não é fácil), escrevi sem pressa e pesquisando a maneira correta de escrevê-los.
Considerada a Hollywood da Alemanha, na ocasião estavam comemorando a indicação do mais recente longa filmado em Potsdam “Grande Hotel Budapeste”.
Potsdam é uma cidade do leste da Alemanha, capital e cidade mais populosa do estado federal de Brandemburgo. A Leste, faz fronteira com Berlim, formando a região metropolitana Berlim/Brandemburgo. Potsdam é conhecida principalmente por seu legado histórico como antiga residência da Prússia, com seus diversos castelos e parques incomparáveis. O brilho e a glória da Prússia, a tradição como cidade de grandes mestres da arquitetura e cientistas, centro dos acontecimentos durante a Guerra Fria: Potsdam é cultura e história em dimensões de tirar o fôlego.
Foi há 300 anos, que a cidade de Potsdam, que naquela época era uma guarnição militar, tornou-se uma das residências mais suntuosas da Europa. Os reis prussianos, especialmente Friedrich Wilhelm I e seu filho, Friedrich II, realizaram em Potsdam e no entorno da cidade um sonho barroco. E com grandes monumentos do classicismo seus sucessores o completaram.
O conjunto cultural de Potsdam foi declarado já em 1990 patrimônio cultural da UNESCO.
Pertencem a ele os Jardins de Sanssouci, Neuer Garten, Babelsberg, Glienicke e a ilha Pfaueninsel com seus castelos. Em 1992 juntaram-se a eles o castelo e parque de Sacrow e a igreja Heilandskirche, e em 1999 a lista foi aumentada com mais 14 monumentos, entre eles o castelo e parque de Lindstedt, a Colônia Russa Alexandrowka, o belvedere sobre a colina de Pfingstberg, a estação Kaiserbahnhof e o observatório no parque Babelsberger. Ao todo, o patrimônio mundial abrange cerca de 500 hectares de parques e inclui 150 edificações do período entre 1730 e 1916. Um passeio pelo centro histórico de Potsdam pode começar pela Alter Markt. A igreja de São Nicolau, ou St. Nikolaikirche, o jardim Lustgarten, a antiga prefeitura e o antigo palácio municipal reconstruído formam um conjunto de nobre elegância. No centro da praça Marktplatz há um obelisco de 16 metros de altura com retratos dos grandes arquitetos de Potsdam, Knobelsdorff, Schinkel, Gontard e Persius. Por trás do antigo mercado, um pouco escondida atrás das casas, fica a praça do novo mercado, Neuer Markt, construído nos séculos XVII e XVIII , uma das praças barrocas mais bem conservadas da Europa e provavelmente a mais bonita da cidade.
Na Alter Markt, no antigo estábulo Kutschstall, fica hoje a sede da Casa da História de Brandemburgo e Prússia. A praça vizinha, Luisenplatz, liga a barroca rua Brandenburger Straße com o bulevar que leva à entrada do parque Sanssouci. A antiga Potsdam é marcada, ainda, por três grandes portas da cidade, cada uma delas mais bonita que a outra: a Brandenburger Tor, ou Porta de Brandemburgo, um arco do triunfo monumental para lembrar a Guerra dos Sete Anos, a Jägertor, que leva o nome da zona de caça real ao norte da cidade, e a Nauener Tor, um dos pontos de encontro preferidos no centro de Potsdam e um belíssimo exemplo do neogótico inglês. Pela porta Nauener Tor, o visitante chega ao bairro Holländisches Viertel, o “bairro dos holandeses”, onde o charme e o estilo de vida da cidade mostram seu lado mais agradável: pátios internos decorados cuidadosamente, cafés, bares extravagantes e galerias de vanguarda convidam a um passeio e a passar aqui algum tempo. E numa visita a Potsdam não pode faltar também um passeio em um dos antigos barcos a vapor da Weiße Flotte (a Frota Branca), cruzando as águas da cidade. Conforme o roteiro, ele pode levar até a ponte Glienicker Brücke, que liga Potsdam a Berlim e sobre a qual era efetuada a troca de espiões e agentes secretos entre o lado ocidental e o lado oriental até os anos de 1980. Não muito longe da ponte, na direção sudoeste, vê-se a impressionante construção do teatro Hans Otto, com suas pesadas placas de concreto vermelhas avançadas. E em Babelsberg você terá a sensação de fazer parte de um filme: na maior e mais antiga metrópole cinematográfica da Europa foram produzidos mais de 3.000 filmes para o cinema e a televisão. Entre março e outubro, o parque cinematográfico local permite que visitantes possam conhecer o mundo fascinante da fábrica de sonhos. Sonho, é uma bela definição para Potsdam, parace um sonho estar em Potsdam.
Indo à Alemanha, criem a oportunidade.
Boa viagem.

image

image

image

image

image

image

image

image

image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *